Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, segunda-feira, 2 de junho de 2008

Nepal, nova colônia da China comunista?

Autor: Edson Oliveira   |   16:51   1 comentário

Sai um erro, entra outro pior. Assim é a situação do Nepal, país localizado entre a China e a Índia (vide mapa ao lado, arte: Folha Online).

No dia 28 de maio p.p., a Assembléia Constituinte do Nepal, formada em sua maioria por membros da guerrilha maoísta, pôs fim a 239 anos da única monarquia hindu do mundo.

Assim escreve Gilles Lapouge em sua coluna no jornal O Estado de São Paulo:

"Na capital, Katmandu, célebre quando hippies do mundo inteiro ali chegavam para mendigar, se drogar, se amar e amar as flores, agora as ruas estão decoradas com fotos de um grupo de ressuscitados: Marx, Engels, Mao Tsé-tung, Lenin e Stalin" (Gilles Lapouge, O Estado de São Paulo, 29.5.2008).
O mesmo articulista ainda chama isso de "reviravolta histórica fantástica", já eu não vejo nenhuma reviravolta, mas sim um erro que substitui outro: do paganismo hippie para o paganismo revolucionário sob as bênçãos de Pequim.

O rei hindu deposto, Gyanendra, 60, na dúvida, resolveu consultar astrólogos para saber quando deverá deixar o palácio, pois a Assembléia deu a ele duas semanas para a retirada.

O recurso à astrologia era costume comum da monarquia hinduísta antes de tomar qualquer decisão de Estado.

E, agora, independente das posições das estrelas, Nepal está para se tornar a mais nova colônia da China comunista na Ásia. Já no final de março, tropas chinesas, em trajes civis, haviam entrado no Nepal para impedir protestos de busdistas tibetanos refugiados no território napolês.

***
Dizem os jornais que a tal Assembléia retirou a monarquia para implantar a república...

Alguém acredita que sanguinários maoístas instalarão naquele pobre país uma república nos moldes de democracia representativa? Vai sonhando, vai!

A democracia era para eles apenas uma alternativa para chegar ao poder na Constituinte, agora esqueçam.


Nepal será uma república democrática apenas de nome, estilo "República" "Democrática" da China.

1 comentários:

Como a deusa romana Juno, a China é bifronte. Para o Ocidente tolo e ingênuo, ela mostra o palco das Olimpíadas, os ordinários "produtos chineses" e as benévolas autorizações para um segundo filho dos catastrofados. Para as suas pobres vítimas nepalesas, apresenta Katmandu decorada com as sinistras fotos Marx, Engels, Mao Tsé-tung, Lenin e Stalin. Amanhã, dia 4 de junho, completará 19 anos o massacre na praça da Paz Celestial (Tiananmen) em Pequim. Vamos relembrar o heróico holocausto daquele jovem que interrompeu a passagem dos tanques até ser depois esmagado por eles.