Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, sábado, 7 de junho de 2008

Aborto: Quando a vida vira crime passível de pena de morte

Autor: Edson Oliveira   |   19:56   10 comentários


Eis, ao lado, a gravura de um ser que querem colocar no banco dos réus. O crime hediondo cometido por ele foi de ter sido gerado. A gravidade do delito não lhe dá direito a  advogado e é passível de pena de morte.

Sua sentença, em breve, será dada por um tribunal popular; e este constituir-se-á por:

1) Juíz: sua própria progenitora, esta será aquela que terá o direito de decidir;

2) Membros do Júri: parentes (especialmente uma tia solteirona da moda), representantes de diversas ONG´s, as "Católicas" pelo Direito de Decidir, o homem que se diz Inri Cristo e demais grupos interessados que não deixarão de fazer pressão para a aplicação da pena máxima, considerando a priori o réu como culpado.

Do lado de fora do tribunal popular, encontram-se grupos e movimentos subversivos de pró-vidas, piqueteiros que ousam ser fiéis defensores do revolucionário Direito Natural e que, através dele, tentam distorcer a legislação para defender o direito à vida de criminosos como esse.

Eis as formas que serão utilizadas caso a aplicação da pena capital seja decretada a esse crime hediondo:

Sucção (*)

Será utilizado um tubo oco que estará conectado a uma bomba de sucção com uma capacidade 29 vezes superior à de um aspirador caseiro.

A sucção desmembrará o criminoso em pedaços e o absorverá, sacando-o do útero como se fosse lixo. Como a cabeça do delinqüente não conseguirá passar através do tubo, será introduzido na matriz um instrumento que comprimirá a cabecinha e a extrairá.

Dilatação ou curetagem

Da sétima à duodécima semana de gestação se utilizará um método que consiste em cortar o autor do crime em pedaços com uma faca cirúrgica e posteriormente se fará uma raspagem.

O pessoal médico que aplicará a pena capital deverá unir novamente os pedaços do criminoso para certificar-se de que o útero estará vazio. Ao bebezinho – ops - ao delinquente se lhe cortará uma perninha, depois a outra e assim se vai cortando em partes todo o seu corpo. Os sofrimentos do bebê – ops - desse criminoso serão intoleráveis. Algo cruel.

Cesariana

Será igual a uma cesariana até ao ponto de lhe ser cortado o cordão umbilical, mas em vez de levarem a criança, digo, o autor do crime à sala de cuidados intensivos para salvar-lhe a vida, será deixado num caixote de lixo até morrer. Algumas vezes os sentenciados se mexerão, respirarão e alguns até chorarão. Este método será utilizado quando a doença chamada gravidez - causada pelo réu - estiver muito avançada.

Dispositivo intra-uterino ou Anel (Abortivo)

Será um dispositivo de formas variadas que se colocará dentro do útero. Não evitará a concepção senão que modificará o revestimento interno do útero para que a criança, ou melhor, o criminoso em desenvolvimento, que vêm da Trompa de Falópio, não possa estabelecer-se e morra, eliminando os seus restos já desfeitos com a menstruação.



_________
(*) Os dados foram extraídos do site:
http://www.anael.org/portugues/aborto/index.htm

***

Defenda o direito à vida desde a concepção.
Conheça a campanha Nascer é um Direito
www.nascereumdireito.org.br

10 comentários:

Uma visão simplesmente ridícula, distorcida, sensacionalista e barata
Comparar o aborto com uma execução é irracional, pois o embrião é composto por poucas células e NÃO POSSUI SISTEMA NERVOSO e portanto, não possui "sentimentos", é tão desenvolvido quanto um tumor cancerrigeno e muitos menos do que uma vaca a qual também é "condenada à morte", mas por nenhum motivo aparente alem de ser apetitosa. Pode ignorar meu comentario se quiser, pode até acreditar que sou servo de Satanás. Só escrevo pois não aguento ver alguem escrever tamanha asneira e não falar nada (embora não tenha nenhum comentário. A censura esta funcionando, hein)

Comentários como esse vale a pena publicar, pois mostra o nível de alguns pró-aborto.

Seus outros comentários eu excluí. Não sou obrigado a publicar lixo no meu blog, nem tenho tempo para ficar debatendo com uma pessoa que se auto-afirma comparável com um "tumor cancerrigeno" e "muito menos do que uma vaca" no início de sua vida.

Que você excluí os comentários todo mundo tá careca de saber, amigo. Mesmo quem nunca comentou já saca, é previsível demais.

A questão é que você acredita em coisas como alma e tal. Isso faz com que você valorize qualquer coisa que esteja tornando-se uma vida humana muito mais do que você valorizaria qualquer outra vida. Essa é uma opinião não compartilhada por mim e, pelo visto, nem pelo Tiago aí de cima.

Aliás, esse é um questionamento que me perturba... não sei quanto a você, mas conservadores costumam defender a pena de morte. Costumam, também, apoiar algumas guerras lá e cá. "Perdoam" as mortes causadas pela inquisição e etc. Mas são terminantemente contra o aborto, as pesquisas com células tronco embrionárias e a eutanásia. Quer dizer, são nobres defensores da vida: contanto que seja de embriões, fetos ou de doentes terminais.

Abraço.

Por favor contnue divulgando essas reportagens, não podemos perder a batalha contra os abortitas, uma criança que não sabe falar para defender seus direitos não pode ser condenada pelo erro de seus pais.

"admiro essa verborragia inútil e vazia de vc's abortistas! mas só que se esqueceram de uma coisa;vocês só podem hoje estar falando o que querem por que não foram abortados!

Senhore(a)s, o governo que não garante o direito da vida àquele que não pode por si mesmo reinvidicar, vai fazer o quê pra sociedade carente de saúde, educação e segurança?
Pessoas sofrem diariamente por aguardar ( em filas enormes ) atendimento hospitalar nos SUS, na maioria das vezes nos corredores, sem as devidas condições para serem atendidas. Outros aguardam até meses para atendimentos médicos e a exames.
A aprovação do aborto, além de ser uma afronta aos direitos humanos, torna-nos patrocinadores da morte, cúmplices dos crimes hediondo contra nascituros inocentes ( nós mantemos o SUS).
O SUS que não tem conseguido nos atender, sederá suas instalações cirurgicas não mais para salvaguardar a vida e sim, certificar-se e garantir a morte de inocentes.

Partindo do principio que um Feto não pode existir sem estar fisicamente ligado a mãe biologica, não é um ser vivo. Virá a ser mas ainda não o é. Ele não pensa, ele não sente e muito menos sabe o que é existir. No entanto a criança indesejada que nascerá saberá o que é ter pais que não o querem...

O abortista anonimo que disse que é melhor matar a criança para salva-la do sofrimento de não ter o amor dos pais possui a lógica de uma ameba!! É tipo assim: se você sabe que vai arranhar um pouco um braço ao passar por um caminho então arranca logo o braço inteiro para evitar o "sofrimento" ... Mas como é que estas pessoas não se dão conta do absurdo que estão dizendo!!!!! E também quando se começa a julgar desta forma quem "merece" o direito de viver é um passo para todo tipo de absurdo.

O abortista que disse que o embrião é "umas poucas células...etc" e por isto se pode abortar não sabe que "poucas células" é o que ele tem dentro da cabeça no lugar de cérebro!!
Não tem uma pessoa em sã consciência, que ao ver um aborto sendo realizado, tem alguma dúvida de que ali existe um ser humano - que está sendo brutal e covardemente assassinado!!

Muitos abortistas, no fundo, querem gozar de uma pretensa liberdade sexual sem o ônus de sua consequência natural. Daí eles ficam inventando esses absurdos para justificar o assassinato de seus filhos.