Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

33 graus acima de 0

Autor: Edson Oliveira   |   16:12   Seja o primeiro a comentar

Voltando ao Brasil, depois de enfrentar o frio da Lituânia (leia o post 8 graus abaixo de zero), o príncipe Imperial do Brasil Dom Bertrand de Orleans e Bragança desfez uma mala e fez outra. Seu destino agora era São José dos Campos, onde participou do VI Simpósio da Associação dos Fundadores que contou com mais de 170 inscritos. Na cidade fazia uma média de 33º C.

(VI Simpósio da Associação dos Fundadores. Da esquerda para direita: Sr. Fausto Borsato, dono da Editora ArtPress, Dom Bertrand de Orleans e Bragança, Dr. Plinio Xavier e Dr. Celso da Costa Carvalho Vidigal, diretores da Associação dos Fundadores, e o autor deste blog.)

São Paulo, quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Conta e Tempo

Autor: Edson Oliveira   |   19:36   Seja o primeiro a comentar

Deus pede estrita conta do meu tempo
E eu vou, do meu tempo, dar-lhe conta.
Mas, como dar, sem tempo, tanta conta.
Eu, que gastei, sem conta, tanto tempo?

Para dar minha conta feita a tempo,
O tempo me foi dado, e não fiz conta;
Não quis, sobrando tempo, fazer conta.
Hoje, quero acertar conta, e não há tempo.

Oh, vós, que tendes tempo sem ter conta,
Não gasteis vosso tempo em passatempo.
Cuidai, enquanto é tempo, em vossa conta!

Pois, aqueles que, sem conta, gastam tempo,
Quando o tempo chegar, de prestar conta
Chorarão, como eu, o não ter tempo...

(Autor: Frei Antônio das Chagas, Séc. XVII)

São Paulo, quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

8 graus abaixo de zero

Autor: Edson Oliveira   |   19:37   Seja o primeiro a comentar

O príncipe brasileiro Dom Bertrand de Orleans e Bragança enfrentou um frio de oito graus abaixo de zero em sua visita à Lituânia:


Entre os diversos contatos com políticos, ativistas e autoridades eclesiásticas, o príncipe foi recebido no parlamento lituano (terceiro sentado à esquerda):

São Paulo, terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Anarquistas e comunistas: a autogestão integral

Autor: Edson Oliveira   |   22:43   2 comentários

Anarquista (an, em grego privado de, e arché, governo) é um indivíduo que luta pelo fim de toda autoridade, mesmo quanto legítima, e para isso alguns se utilizam dos crimes praticados pelas ditaduras comunistas para suprimir toda e qualquer superioridade. Exemplo:

O erro desses anarquistas é supor que o marxismo não seja também tão tolo quanto eles anarquista.

Sim, é verdade, houve açougues humanos ditaduras comunistas onde a autoridade foi utilizada de forma completamente errada (Nuremberg para os comunistas, já!), mas os próprios marxistas consideravam esse período ditatorial como uma transição necessária para impor a igualdade. Quando a liberdade não mais gerasse desigualdades, então eles acabariam com uma das últimas desigualdades, o próprio Estado, pois a simples existência dele supõe que uns mandam e outros obedecem. Aí teríamos, dizem os comunistas, uma sociedade autogestionária.

Essa tal sociedade autogestionária "transportará toda a máquina do Estado para onde, desde então, o corresponde ter seu posto: o museu de antiguidades".(Cfr. Frederich ENGELS, Origem da Família - A propriedade e o Estado, pp. 217)

Um porta-voz dos grupos anarquista congregados na CNT - Confederação Nacional do Trabalho, fundado na Espanha por anarco-sindicalistas -, diz : "Por qual tipo de sociedade lutamos? Por uma sociedade sem classes, igualitária, onde necessáriamente os meios de produção estarão socializados (não estatizados), autogestionados pelos próprios trabalhadores (...). A isto é o que chamamos comunismo libertário: uma sociedade autogestionada federal e igualitária".

Na mesma declaração, acrescenta mais adiante: "Não pensamos que haja muitas diferenças entre a concepção da sociedade final a que aspiramos socialistas, comunistas e libertários. Haveriam diferenças nos meios e nas etapas precedentes" (Cfr. Sergio FANJUL, Modelos de transición ao socialismo, pp. 131-132 e 136).
 

Gorbachev, em seu livro “Perestroika – Novas idéias para o meu país e o mundo” (Ed. Best Seller, São Paulo, 1987, p. 35), escreve: “A finalidade desta reforma é garantir .... a transição de um sistema de direção excessivamente centralizado e dependente de ordens superiores para um sistema democrático baseado na combinação de centralismo democrático e autogestão”.

A autogestão era “o objetivo supremo do Estado soviético”, segundo estabelecia a própria Constituição da ex-URSS em seu Preâmbulo.

A diferença entre um mundo anarquista e um autogestionário é apenas o rótulo. Suas rivalidades dizem respeito somente aos métodos para atingir o mesmo fim.

___________

São Paulo, sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Defenda o PNDH III

Autor: Edson Oliveira   |   00:25   1 comentário

São Paulo, quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Brasília reviveu guerra medieval

Autor: Edson Oliveira   |   00:08   1 comentário

Não me canso de ver este vídeo, embora o fato seja antigo, vale a pena divulgá-lo.

No final da Marcha do MST, na casa da mãe Joana em Brasília, em maio de 2005, houve um confronto entre os baderneiros manifestantes e a Cavalaria da Polícia Militar do Distrito Federal.


Churchill se orgulha em suas memórias por ter participado da última carga de cavalaria da História, mas acho que as FARC´s o MST conseguiu tirar essa glória do estadista inglês.