Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, domingo, 21 de novembro de 2010

Tailândia: mais de 2.000 fetos são encontrados em templo budista

Autor: Edson Oliveira   |   15:48   4 comentários

(Foto AFP)

Em Banguecoque, Tailândia, a polícia descobriu mais de 2.000 fetos dentro de sacos plásticos, frutos de aborto, no mosteiro budista de Phai Ngern, depois que moradores reclamaram do mau cheiro proveniente de um dos edifícios do templo.

Segundo informa a polícia, havia fetos armazenados há mais de um ano. Foram detidos no local vários suspeitos, entre eles uma mulher, Lanjakorn Jantamanas, de 33 anos, presa em flagrante no momento em que ia depositar outros fetos na sala mortuária do templo. Lanjakorn confessou que há cinco anos depositava fetos naquele mosteiro e em outros dois locais.

A essas monstruosidades leva o aborto!

4 comentários:

Se fosse na China,eles comeriam os cadáveres,num sopão oferecido pelo partido comunista.
Essas pessoas acreditam que os fetos são coisas e não pessoas.
Ou então serviriam de adubo em alguma plantação do partido comunista,pois para eles,o homem seria um animal,sem alma,pura matéria.

Qualquer um pode plantar esse tipo de notícia. Posso colar a foto e mostrá-la em outra matéria mentirosa, associando-as aos nazi-fascistas pedófilos que infestam as nossas paróquias. Mas, isso seria injusto contra os sacerdotes que nada têm a ver com isso, por isso, esse tipo de acusação genérica e irresponsável não deve ser alimentada. O budismo e o comunismo, assim como o catolicismo, não prescrevem esse tipo de prática. Mas, nas nossas senzalas, muitas crianças foram arrancadas para não prejudicar a produtividade da mãe.

vc não sabe oq diz...
não fale besteira

tudo oq samos é espirito, energia..
a matéria é q é descartável, por isso, um corpo morto, é só matéria morta.
O importante é a alma!

O aborto é tido como homicido no budismo.
mas é uma questão discutível, se a criança possuir alguma defíciência, e a ntenção for poupa-la de limitações.

Sou budista.

e outra, cada um é cada um.. não é pq esta mulher fazia isso q a raligião tenha haver, ou apoie.
A atitude foi dela, só.