Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, sábado, 4 de junho de 2011

Filme: O Massacre de Katyn

Autor: Edson Oliveira   |   11:38   2 comentários


Produzido em 2007 por Andrzej Wajda, o filme Katyn, que concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2008, relata o assassinato de um terço de todo o oficialato polonês durante a II Guerra Mundial. Durante quatro décadas os nazistas foram apontados pela propaganda comunista como responsáveis por esse crime. E o ocidente, ainda aterrorizado pela selvageria hitleriana, engoliu por inteiro a versão dada por marxistas sem levar em conta que para estes a verdade é um conceito da moral burguesa.

Quando os nazistas quebraram o pacto com Moscou e invadiram a Rússia, encontraram, em 1941, na floresta de katyn, em Smolensk, valas com os corpos dos oficiais assassinados. Mas para os soviéticos, esses oficiais teriam sido deixados para trás durante a invasão e foram mortos em julho de 1941 pelos nazistas para culpar os russos.

Os documentos encontrados nos cadáveres somavam mais de 3.000 cartas e em nenhuma havia uma data ou carimbo posterior a abril de 1940. Todos os diários terminavam em abril ou na primeira semana de maio de 1940. O último registro de um dos diários é sobre uma viagem para a floresta de Katyn. (Clique aqui para mais detalhes)

O drama do filme de Andrzej Wajda versa exatamente sobre essa polêmica. Ana, esposa de um oficial do exército polonês, esperava ansiosa o retorno de seu marido, pois este não constava na lista dos mortos em Katyn. Mas um amigo dele - que se aliou aos comunistas para não ser morto - lhe trouxe a trágica notícia e conseguiu para ela os pertences do marido. Entre eles, um diário...

O filme foi exibido no último mês de Abril no Congresso Americano, em Washington. E o governo russo liberou, no mesmo mês, documentos que comprovam que "Joseph Stálin aprovou o massacre comandado por Lavrenty Beria, seu homem de confiança dentro da polícia secreta, durante a Segunda Guerra Mundial" (Cfr.: Terra Notícias, 29/4/2011).

Neste final de semana, recomendamos aos nossos leitores esse filme. Reproduzo-o abaixo com o aviso que ele pode ser retirado a qualquer momento pelo servidor. Em todo caso, vale a pena alugar ou comprar o DVD.

OBS: caso abra uma outra janela ao clicar no vídeo, informamos que se trata de propaganda do servidor de hospedagem que pode ser fechada sem nenhum problema. Depois dos primeiros 76 minutos do filme, o servidor informará que você deve esperar 30 minutos para continuar assistindo.

2 comentários:

Muito interessante. Parabéns pelo blog.

Demorei muito para comentar porque eu estava colocando o capacete e o colete a prova de balas, só assim para comentar um artigo desses.
De fato, não foram os alemães que praticaram este crime, nem o povo russo e sim a Nomenclatura do partido comunista da época, antes disso, já haviam feito um expurgo no exército russo, eliminando parte do antigo oficialato do tempo do Czar.
O anúncio desta descoberta, se não me engano, foi feito pela rádio de Moscou em 1987, confirmando as conclusões de uma comissão investigativa internacional sobre este crime, se não me engano, esta comissão concluio seus trabalhos em 1943, dando razão às alegações do governo alemão, inocentando-o e acusando o governo russo de ter praticado o crime.
Aqui no Brasil, algum tempo atrás, alguns militares reformados estiveram estudando o assunto e chegaram às mesmas conclusões.
Temos no Brasil, militares muito capacitados e inteligentes que, não podem ser cooptados por facções que pretendem trair a Pátria!
Grande abraço!