Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, sexta-feira, 16 de março de 2012

Uma voz “politicamente incorreta” fez-se ouvir no Senado

Autor: Paulo Roberto Campos   |   11:42   2 comentários


No tão badalado "Dia Internacional da Mulher" (8 de março último) houve uma audiência no Senado — na “Subcomisão permanente em defesa da mulher” — a fim de se debater "políticas para a saúde da mulher".


(Subcomissão Permanente dos Direitos da Mulher. Foto: Arthur Monteiro/Agência Senado, 8/3/2012)
De fato, não foi uma audiência para proteger as mulheres brasileiras, as mães de família e suas filhas, mas para defender espúrios interesses de organizações estrangeiras que financiam o aborto na América Latina. Para tal, servindo-se do lobby abortista e feminista.

Entretanto, uma voz feminina — mas não feminista — surpreendeu os participantes de tal audiência. Ninguém esperava. Uma senhora defendeu com autenticidade e coragem os reais interesses das famílias. Vale a pena assistir o vídeo (abaixo) com suas inesperadas palavras increpando a maioria das dirigentes, por não representarem e nem defenderem realmente a mulher brasileira, mas, sim, fundações internacionais pró-aborto.

2 comentários:

Muito Bom!!! Nem preciso comentar mais nada. Só deixar meu total apoio contra esta investida macabra de organizações estrangeiras a favor do aborto na américa Latina!

Já abrimos mais de 500 votos de vantagem.