Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, sexta-feira, 26 de abril de 2013

Vídeo: Você pensa que conhece o Brasil?

Autor: Edson Oliveira   |   10:13   6 comentários


Assista abaixo à conferência promovida pelo Instituto Plinio Corrêa de Oliveira proferida pelo Dr. Evaristo Eduardo de Miranda, pesquisador da EMBRAPA, consultor da FAPESP, FAO, OEA e UNESCO, atuante, em todo o mundo, na área de agricultura e gestão territorial. Dr. Evaristo falou sobre as reais possibilidades do agronegócio no Brasil para o século XXI e quebra uma série de mitos que inventam contra nossa pátria: subdesenvolvimento, desmatamento, escravidão.



6 comentários:

Alimento é apelo emocional. O que você manda para o exterior, em troca de dólares pode ser o que for, mas não é alimento para os brasileiros, é mercadoria, como qualquer outra. Lá fora, ela é processada e então agrega lucro. É mandada para cá, com valor (lucro) agregado e, aí sim, para ser alimento o brasileiro tem que pagar caro por ele. Se não vem em forma de alimento processado, vem como dólares emprestado, ou royalties a ser cobrado. Esses monoculturistas que expulsam as famílias de suas terras para produzir dólares com recursos do Banco do Brasil não são agricultores, são criminosos.

Além disso, importam bilhões de dólares em "defensivos" químicos que envenenam a população e matam os operários do campo, numa relação de vantagem para quem produz o veneno em relação ao que produz o grão. Esses serviçais das multinacionais deveriam criar vergonha e conhecer o Brasil real, e não essa palhaçada...

Mais baboseiras esquerdistas anônimas. Acho que é por isso que ele se esconde no anonimato. Deve ser muito vergonhoso despejar tanta burrice até com nome falso.

1 - alimento é apelo emocional??? Alimento é e sempre será item básico na pirâmide de necessidades de todos os seres humanos de todo o mundo. Se tem apelo emocional é a óbvia "emoção" de precisar comer;

2 - mas que alimento exportado para o exterior retorna processado para consumo no país??? Hein, idiota!?? Como analfabetos funcionais tem imensa dificuldade de leitura, interpretação de texto e raciocínio - piorados com a contaminação ideológica esquerdista - vamos recordar ao burro que o texto fala da incrementação da produção agrícola e o benefício que trouxe para a população urbana. Este é o fato - quer o imbecil queira ou não. O que o pais exporta - grão de soja, suco de laranja, café e outros não retorna processado, porque a maior parcela dos itens da mesa são é abastecida pelos produtores nacionais;

3 - agora o mais risível do ridículo: logo depois de ter escrito as asneiras, alega que o país importa bilhões de dólares (!!! Burro!) em defensivos químicos, que matam operários (sic) do campo (PROVAS????) Ué? Mas os alimentos não retornam processados do exterior? Vamos recompor a "lógica" do idiota: as multinacionais (quais???) compram grãos brasileiros contaminados com agrotóxicos; processam-nos e devolvem-nos para matar os "operários" do campo. Aí, os que sobrarem vão produzir mais grãos envenenados para serem processados no exterior para retornarem e matar todo mundo. rsrsrsrsrsrss

A piauiense Monsanto, a sergipana Bayer, a alagoana Basf devem ser produtoras de laranja, café e soja. A indústria imaginada pelo Eduardo Araújo nos compra suco de laranja enlatado, abre as latas, derrama o conteúdo em tonéis e nos vende à granel. A farinha de soja que nos compram é recomposta em forma de sementes e vendidas ao Brasil. Os operários brasileiros pulam a cerca de madrugada para beberem agrotóxico somente para acusar as multinacionais. O Brasil não vende alimentos em grão ou in natura, vende industrializados. As terras produtoras foram todas adquiridas à peso de ouro aos seus ocupantes, que fugiram para Luxemburgo e passaram a financiar o MST. Acorda, Eduardo!!!!

Quem está precisando acordar é você, imbecil.

Acordar do sono pesado da ignorância.

Ser burro dói?

Primeiro: não, seu idiota: você, do fundo de sua mediocridade não tem a mínima condição de imaginar a indústria que eu imagino.

Mas eu posso avaliar a estupidez de sua idéia sobre FANTASIOSA sobre o agronegócio.

Não adianta tentar impressionar com IRONIA BARATA de perdedor desesperado. Ironia PROVA o quê, analfabeto funcional???? HEIN????

Além do mais, tem uoblema bem sério de dissonância cognitiva. Claro que eu sei que o Brasil é exportador de produtos primários. Mas onde é que isso significa que esses produtos primários - alimentos, em particular - revertem ao país processados? Cita aí, palhaço (com a devida licença aos bons comediantes), esses alimentos importados, feitos com matéria-prima brasileira contaminada de veneno. Só se for na tua mesa. Vai ver que é isso que tá afetando o teu cérebro ...

Eduardo, o que diabos é "dissonância cognitiva"? De onde você tirou isso? Que diabos o agronegócio tem a ver com "dissonância cognitiva"? Os produtos primários não voltam ao país. Volta uma parte deles, em forma de agrotóxico (que faz parte do custo do que exportamos). Você também não sabe ler?