Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, sexta-feira, 10 de novembro de 2006

Onda conservadora na América Latina

Autor: Edson Oliveira   |   12:18   Seja o primeiro a comentar

No dia 16 de outubro, o prefeito do Rio de Janeiro, Cesar Maia, em um vídeo divulgado no Youtube (só não cito o link porque já foi retirado do ar) analisava a situação da América Latina depois das últimas eleições presidenciais e apontou uma onda conservadora por ocasião dos resultados onde todos os candidatos pró-chavez perderam.

"Pode ser um sinal de que Chaves, Morales, Cuba, MSTs... já estão sendo incorporados pela população como risco futuro. E que risco!", disse o prefeito. E faz sobre os debates do segundo turno no Brasil uma observação muito precisa: "O que vemos nesse segundo turno presidencial é uma disputa entre candidatos que querem ser a esquerda da vez (...) Se são todos parecidos - pensa o eleitor- que deixe como está para ver como é que fica. Afinal Lula e o PT têm muito mais credencial populista, que Geraldo e o PSDB. Aliás, Geraldo nem imagem tem"

Outro ponto interessante é a pergunta de como seria se Alckimin discursa-se em defesa da "Lei, Ordem e Família", "Será que surfaria na onda das três últimas eleições latino-americanas (...)?", [se referindo ao resultado eleitoral do Peru, México e Equador].

Muito teria a ganhar Alckimin com esse discurso, pois comenta Cesar Maia que "como todos sabem: na América Latina a comunicação liberal é impopular. Mas a comunicação conservadora é muito popular. No Brasil não é diferente."

O prefeito carioca assim termina sua análise: "Quem quiser que faça uma pesquisa de régua: num extremo - digamos 90, a ultra-esquerda; em outro digamos 30 - a ultra-direita. E depois as diversas graduações. E poderá medir a popularidade da comunicação conservadora. "

0 comentários: