Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, sábado, 13 de agosto de 2011

Blog repercute no Jornal do Commercio de Pernambuco

Autor: Edson Oliveira   |   22:59   5 comentários

Como dissemos no post anterior, concedemos uma entrevista para Fabiana Moraes do Jornal do Commercio de Pernambuco. Segue abaixo a matéria por ela publicada no dia 3 de julho último (os negritos são nossos).

Aviso: pela terceira semana consecutiva, estamos entre os 30 mais votados no TopBlog 2011. Enfrentamos adversários fortes da esquerda e por isso contamos com a ajuda dos leitores. Para votar, basta clicar aqui e escolher a melhor forma de dar seu voto (e-mail ou twitter).

No Brasil, parece que ninguém é de direita
Fabiana Moraes, 03.07.2011 - Jornal do Commercio

É interessante observar como, apesar de acessarem parte de um discurso historicamente relacionado aos movimentos políticos e civis mais conservadores do País (“a família gera necessariamente a tradição e a hierarquia social. Depauperar e enfraquecer a família destrói a cultura e a civilização impregnadas de tradições cristãs”, consta no site da TFP), Collins e Malafaia [nota do blog: esta é uma referência a outro artigo publicado no mesmo dia no Jornal do Commercio, veja aqui] não se vêem colados a uma orientação política clara, distinguindo – o que não é possível – vida cotidiana (os valores morais, a família, a religião) e ideologia. Tal postura relaciona-se em parte com aquilo o que o senador Demóstenes Torres (DEM/GO) falou em recente entrevista a um semanário nacional, na qual critica a falta de clareza dos políticos – principalmente do próprio partido – em se assumirem como conservadores ou, mais claro ainda, como direitistas. “Se não podemos nos assumir conservadores, é melhor fundir o partido com um partido de esquerda, então”, disse.

Mantido por um grupo de seis colaboradores, o blog Sou Conservador Sim, e daí? cumpre com extrema clareza exatamente a postura cobrada pelo senador. Mais: diferente de Collins ou Malafaia, os membros do blog não realizam uma separação entre a defesa de valores familiares e aquilo o que deve circular no ambiente institucional. “Somos católicos, apostólicos, romanos e defendemos os valores do catolicismo no campo sócio-político, embora não tenhamos nenhum mandato especial da hierarquia católica. A moral católica aplicada ao campo temporal, a defesa da família tradicional, a propriedade privada e a livre-iniciativa são temas que abordamos procurando sempre ser fiéis ao Magistério tradicional da Igreja. Buscamos inspiração no grande pensador e líder católico do século XX, de fama internacional, Plinio Corrêa de Oliveira”, diz Edson Carlos de Oliveira, um dos integrantes do site, referindo-se ao já citado criador da Tradição, Família e Propriedade. Segundo ele, o blog atende justamente o objetivo de assumir, sem vergonha, como um direitista conservador. Para ele, o PLC 122, por exemplo, é uma lei de perseguição religiosa disfarçada que se quer introduzir no Brasil. A oposição a projetos dessa natureza, no entanto, carece de mais clareza.

“Eu noto que muitos políticos, sim, especialmente os próprios partidos políticos, têm medo de assumir uma posição inteiramente direitista. E não considero no atual cenário político nenhum dos partidos atuais do Brasil como sendo de direita. O DEM, por exemplo, mais raramente o PSDB, tem alguns políticos que defendem um ponto ou outro da direita, mas os mesmo não demoram em desapontar-nos em seguida apoiando alguma meta da esquerda ou algum projeto imoral. Isso faz com que esses mesmos políticos fiquem desacreditados por nós”, afirmou.

5 comentários:

O blog Sou Conservador, Sim, e daí?, do decano Edson Carlos de Oliveira, é um dos poucos faróis acesos nesse país a caminho do abismo pantanoso do comunismo. Não está só. As consciências estão em estado letárgico, mas começam a acordar.

PRECISAMOS DE PESSOAS NORMAIS

Nós, da Direita Burguesa Reacionária e Conservadora, temos nossa opinião e não precisamos da autorização de ninguém para expressá-la, pois o Art. 5º da Constituição o garante; numa escola de Direita, não se olha para A COR DA PELE OU RAÇA para admitir um aluno, e sim para sua NOTA do exame; nós, da Burguesia (pessoas que residem no Burgo, ou seja, nas cidades -pois se morássemos no campo seríamos camponeses)queremos o que toda pessoa NORMAL quer: trabalhar, estudar, melhorar de vida, produzir bens ou serviços para o país SEM TOMAR NADA DE NINGUÉM;nós, da Burguesia, somos responsáveis e só fazemos o número de filhos que podemos sustentar e cuidar; nós, pequenos ou grandes Burgueses, NÃO VIVEMOS DE VERBA PÚBLICA, NÃO TEMOS CARGOS PÚBLICOS, NÃO SOMOS AGITADORES ESTUDANTIS DE NOTAS BAIXAS, NÃO SOMOS ETERNOS SINDICALISTAS NEM POLÍTICOS PARA SEMPRE; NÓS, DA BURGUESIA, NÃO SOMOS PARASITAS DA NAÇÃO NEM QUEREMOS TRANSFORMAR ESSE PAÍS NUM INFERNO DONDE NÃO SE PODE SAIR E ONDE O GOVERNO(COMO O DE CUBA, NAS MÃOS DE UM DITADOR HÁ 52 ANOS), VENHA A DETERMINAR O QUE VAMOS PENSAR E FALAR, O QUE VAMOS VESTIR, QUANTO VAMOS GANHAR, SE PODEREMOS OU NÃO SAIR DO PAÍS, E A QUEM VAMOS ADORAR. NÓS, DA BURGUESIA DE DIREITA REACIONÁRIA E CONSERVADORA, NÃO PRECISAMOS DE ESMOLA DE GOVERNO NEM DE NINGUÉM QUE, ABRAÇANDO UMA DOUTRINA TENEBROSA, PATÉTICA, SANGUINÁRIA E SUPERADA PELA METADE DO MUNDO, QUE A PROVOU E A ELA FOI SUBMETIDA, DURANTE SETENTA ANOS,SE ARVORA EM SALVADOR DA HUMANIDADE E EM SUPERHOMEM DIVINO QUE VAI TRAZER A FELICIDADE ETERNA AQUI NA TERRA. NÃO PRECISAMOS DE PARASITAS, PRECISAMOS DE GENTE NORMAL. SÓ ISSO. DE PESSOAS NORMAIS.
(postado por ultradireitaemmarcha)

O QUE É BURGUESIA DE DIREITA, REACIONÁRIA E CONSERVADORA?

Burguesia: conjunto de pessoas que moram no burgo, ou seja, na cidade, dentro do perímetro urbano; pessoas que acordam cedo, estudam ou trabalham, produzem bens e serviços, criam empregos, da pequena lojinha à grande empresa, engrandecem o país e sustentam os três poderes do governo, do menor município ao governo federal.
Pessoa reacionária: pessoa que reage a algo que a afronta: uma injustiça, uma maldade, uma conduta errada. Por exemplo, uma pessoa maltratando uma criança, ou espancando um cachorro; uma pessoa ou governo querendo impedir, à força física ou por lei, que você expresse sua opinião sobre a pederastia ensinada nas escolas, para as crianças; se você não reage a isso, você é um cúmplice, um conivente, um covarde, um lerdo, um frouxo, ou seja, uma pessoa moralmente fraca.
Conservadora: pessoa que quer conservar as boas tradições, como:
- o respeito aos idosos, servindo-os primeiro à mesa da família, dando-lhes precedência nas filas, nos elevadores, nas calçadas;
- o respeito aos professores e mestres, que não são seus tios ou tias, mas professores e mestres;
- a cortesia no trato com as pessoas, o linguajar respeitoso e adequado ao ambiente em que a pessoa se encontra;
- as tradições cristãs da caridade, da solidariedade, dos cultos religiosos recebidos dos pais;
- o trajar adequado a cada ambiente, nas festas, igreja ou velórios;
- o asseio corporal, os hábitos diários de higiene, a limpeza, a ordem, a arrumação do lar;
- a aceitação do estudo e do trabalho, da perseverança e da fé como únicos instrumentos moralmente válidos para subir na vida;
Note bem: conservador não quer dizer atrasado e contra o progresso, pelo contrário – é o conservador que trabalha, estuda, pesquisa arduamente, cada um no seu ramo, seja comerciante,industrial, autônomo ou cientista, para fazer a ciência e a civilização progredirem. Ele quer conservar essa tradição.
Logo, sou: Burguês, Conservador, Reacionário e de Direita . E se você é uma pessoa NORMAL, você é: Burguês (ou camponês), Conservador, Reacionário e de Direita. Se você for NORMAL.
(postado por ultradireitaemmarcha)

Agradeço os comentários, amigo Dante. Recebi seu e-mail, mas ainda não tive tempo para respondê-lo devido a importância do tema.

Parabéns, sr. Edson, e também aos demais do grupo!

Além de uma entrevista, uma matéria num jornal importante não é para todo editor de blog. E gostei desta jornalista! Muitos não fariam o que ela fez, mesmo que um blog de direita fosse lido por um quinto da humanidade.

Que seus esforços sejam sempre subordinados à vontade de Deus, e certamente muito mais virá, abraços!

Fabrício Oliveira Soares

Novamente agradeço o apoio, Fabricio.

A jornalista é de esquerda, não se iluda. Mas ela soube manter a isenção de ânimo e a imparcialidade nesse caso.