Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Indústria farmacêutica chinesa produz anti-histamínicos com pó de bebês abortados

Autor: Edson Oliveira   |   11:49   2 comentários

aborto, feto, China, anti-histamínicos, indústria framacêutica chinesa, comercio ilegal, remédios, contra alergia Segundo artigo do jornal americano International Business Times (5/8/2011), um documentário da TV sul coreana, SBS, revelou como funciona o sinistro comércio da indústria farmacêutica, na China comunista, para vender bebês abortados, reduzidos a pó, como anti-histamínicos.

(Foto ao lado: imagem transmitida pela TV SBS do anti-histamínico produzido na China com fetos abortados.)

Os açougues de crianças - hospitais e clínicas de aborto - informam, à empresa interessada na compra, quando ocorre um aborto. O feto é guardado pela compradora em um freezer de alguma família para não levantar suspeita. Depois, o próximo passo é triturar os bebês assassinados até transformá-los em pó que é encapsulado e vendido como remédio contra alergias.

Os repórteres da SBS compraram algumas dessas cápsulas para fazer testes de DNA. Os resultados demonstraram que o material genético era 99,7% humano e restos de cabelo e unhas ainda podiam ser encontrados. Inclusive o sexo do bebê podia ser identificado.

O documentário foi ao ar na TV SBS em 6 de agosto de 2011 e revelou ainda a existência de uma rede de negócios estabelecida entre a China e Coréia do Sul para atender a demanda do produto no mercado farmacêutico sul-coreano.

Além dos tais comprimidos, afirma a reportagem de International Business Times que o aparelho de microondas hospitalar utilizado para transformar o bebê em pó é um outro negócio popular na China.

Diante de tal monstruosidade nos defrontamos com outra: será que esse macabro comércio farmacêutico se limita apenas na produção de anti-histamínicos e, ainda mais, quem pode nos garantir que esse mesmo comércio se circunscreve somente as fronteiras chino-sul coreanas?

2 comentários:

Meu Deus! absolutamente em choque!!!!!!!!!!!

Corremos mesmo o risco de estar consumindo algum remédio com o pó de bebês.