Frase

"A Revolução Francesa começou com a declaração dos direitos do homem, e só terminará com a declaração dos direitos de Deus." (de Bonald).
São Paulo, quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Putin nocauteado [reage] - Parte II

Autor: Edson Oliveira   |   16:33   2 comentários



Registramos na semana passada a vaia que o ditador "primeiro-ministro" da Rússia, Vladimir Putin, recebeu do público presente no Olympiyskiy Stadium em Moscou (Cf. Putin nocauteado, 2/12/2011). Aparte: parece que estádios gostam de vaiar demagogos, um vulto de algo parecido no Brasil me vem a memória, mas realmente não me lembro agora.

(Foto acima: Putin "votando" nas "eleições" russas que deram vitória ao seu partido)

As ondas sonoras das vaias do estádio se propagaram e se transformaram nestes dias em imensos protestos nas principais cidades do país depois da comprovada fraude eleitoral do último domingo que deu vitória ao partido Rússia Unida do "primeiro-ministro" e ex-diretor (sem aspas) da KGB.

Bom, mas líderes democráticos como Putin não gostam de oposição e cerca de 600 pessoas já foram presas por participar dos protestos até ontem à noite.

Sobre tais manifestações algumas perguntas surgem automaticamente em nossa cabeça. Quem motivou essas mobilizações de protestos: Pessoas sedentas de justiça? Velhos comunistas que consideram que Putin é muito lento no processo de rebolchevização da Mãe-Rússia e gostariam que as coisas andassem mais rápido? Ou uma reação sadia que os comunistas estão aproveitando para se projetar?

Infelizmente, as notícias no Brasil são insuficientes para responder a essas perguntas com precisão. Mas, em todo caso, Putin foi novamente nocauteado e está estertorando no chão. Único problema é que o juiz é parti pris e os soldados subiram ao ringue. Talvez, com o adversário algemado, Putin possa dar seus golpes para se perpetuar no poder.

2 comentários:

Pelo que parece os comunistas irão retomar o poder na Rússia novamente mas, desta vez pela Via democrática. O partido Rússia Unida – de Putin – obteve 49,45% dos votos no domingo, em comparação aos 64% de quatro anos atrás. Perdeu 77 cadeiras. Já o Partido Comunista de Gennady Zyuganov ampliou sua representação de 57 para 92 cadeiras. Será que a Rússia será vermelha novamente?
Thiago Morato

@Thiago Morato
A Russia nunca deixou de ser comunista, só "dormiu" por um tempo...
O Urso ira se levantar, e dessa vez será no mundo todo, para fazer o governo do anti-Cristo!